Hospital mineiro usa biometria para registrar bebês recém-nascidos

O Hospital da Polícia Militar de Belo Horizonte, Minas Gerais, começou a adotar uma técnica que promete evitar trocas de bebês em maternidades: o uso de biometria para registrar os recém-nascidos na unidade.

O sistema em questão foi desenvolvido por uma empresa chamada Griaule e faz uma leitura da palma da mão do bebê, uma vez que os dedinhos ainda são pequenos para registro de digitais. Uma vez capturados esses dados, eles são enviados para a declaração dos nascidos vivos para gerar a certidão de nascimento da criança.

Leia mais…

Share